Abri ao acaso...


Recebi pelos anos um livro de Clarice Lispector- "A descoberta do mundo"- crónicas e tenho-o vindo a ler um pouco ao acaso. Hoje abri-o e encontrei este verso que adorei: «Saí nu na rua e não me entenderam Vou por terno e gravata»

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Lisboa