quarta-feira, 2 de março de 2016

Saudades e vontades

Sinto tanta falta da minha amiga silenciosa que me levava a passear três vezes ao dia,
Que me desafiava com fintas
Que deixava cair a bola aos meus pés, esperando uma jogada
Que abria as narinas, esticava o pescoço e fazia sapateado quando lhe cheirava a frango no churrasco
Que adorava estar rodeada de gente
Que não incomodava ninguém
Que nunca estragou nada
Que aprendia depressa
Que me fazia correr para casa quando havia trovoada
Saudades de a abraçar quando ela se colava a mim...
Não tenho foto que ilustre a minha alegria ao chegar a casa
Era assim que ela assim  me esperava....
Irresistivel.
https://pt.pinterest.com/pin/103090278948343413/

Top 10 Most Obedient Dog Breeds:


11 comentários:

  1. Giraça! Mas ela estava sempre silenciosa, nunca dava assim uma rosnadela nem nada? ;)

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era uma super querida, não rosnava nunca mas ladrava quando me via estacionar....
      bjs

      Eliminar
  2. A saudade dói mas também consola.

    Beijos, papoila :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, Hoje deu-me a grande saudade acho que já estou pronta para vir outra.
      Bjs

      Eliminar
  3. São companheiros perfeitos, sempre à medida dos desejos dos donos.

    Um beijinho, papoila

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade são companheiros à medida!
      Bjs

      Eliminar
  4. São excelentes companheiros e amigos dos donos. Há histórias incríveis de dedicação canina.
    Também sinto muitas saudades do meu "Alentejanito". Só que esse ladrava...ai de quem se aproximasse de mim na rua e ele não conhecesse. Ladrava muito, mas nunca mordeu ninguém.
    São mesmo animais de estimação à medida dos donos, porque se adaptam facilmente e aprendem rápido.

    Um beijinho, Papoila!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janita, A minha dava sinal quando ouvia alguma coisa estranha, mas era muito silenciosa aparecia de repente ao pé de nós fixava o olhar para nos chamar a atenção e corria para a porta!
      Só ladrava de alegria :)))) O teu é cão de guarda será mais expansivo! Bjs

      Eliminar
  5. Olá, Papoila.
    Que lindo poema de tanta saudade e tanta vontade.
    Acredita, Papoila, que me emocionou porque há perdas dessas que deixam saudades/vontades que ficam aqui grudadas, mesmo que outro venha, mesmo que outro mais se chegue. Cada um deles é diferente, mas há, no meio deles, uns que têm aquele "não sei o quê" que os faz tão, mas tão especiais, que nos deixam marca.

    bj amg

    ResponderEliminar