quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Serie Jardins, truques e ideias

Estou a arranjar o meu jardim, não tem sido fácil e tem sido demorado...
Primeiro tomei a decisão de deixar de ter relva, poupando água e dinheiro.
Depois decidi por gravilha porque o terreno tem muitas raízes, e a relva estava cheia de peladas .
Agora estou na fase de organizar um canteiro só de Verdes, plantas que não sejam frágeis e que depois de pegarem não necessitem de grandes cuidados.
Ando pesquisando, lendo e aprendendo e de vez em quando encontro umas "preciosidades" é isso que vou mostrar-lhes pode ser  que lhes sejam úteis.
Começo com  alguns truques, engraçados, é só clicar nos links  e navegar.
http://www.buzzfeed.com/erinfrye/plant-that-cash-back-in-your-wallet?utm_term=.rhGZNZqlOZ#.fvOQADEXl, este link é engraçado e útil.
Aqui, para quem gosta e cozinha, também achei interessante:
https://www.pinterest.com/pin/389842911465782267/
foods that will re-grow from scraps
Por hoje ficamos assim, espero que tirem proveito destas informações.

8 comentários:

  1. Isto é mesmo aquele ditado do "Dá Deus nozes..." Ando eu aqui a cultivar salsa e coentros num sexto andar,cheia de pena de não ter um jardim onde teria certamente um limoeiro e tu a trocares relva por gravilha... :)

    Devo dizer que hoje tive a felicidade de encontrar dois rebentos germinados no vaso dos coentros e fiquei toda satisfeita. Dá tanto gozo ver crescer aquilo que plantámos...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. A introdução de ervas aromáticas nos jardins dá cor e dá sabor.
    Fazemos isso há muitos anos lá em casa.

    ResponderEliminar
  3. :)... Pois é verdade! Tivemos relva até quando foi possível mas de há cinco anos para cá as árvores com raizes muito fortes e a sombra maravilhosa que elas fazem foram dando cabo da relva, o terreno muito irregular e tufos de relva: nada agradável de pisar nem ver! Vai ficar optimo mas ainda não está!
    Jardinar dá muito prazer, conheço cada cantinhos do jardim, apercebo-me dessas mudanças dos rebentinhos, espevitados... Não tenho limoeiro mas tenho uma amiga que tem um lindo na varanda e está em pleno!!!
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Obrigada pela informação que aqui nos deixa.
    Infelizmente não tenho quintal, apenas duas pequenas
    varandas abertas e nem sou feliz com as plantas,
    talvez porque não as saiba escolher.
    Precisava de saber quais as plantas para a época
    de Outono/Inverno e de Primavera/verão.
    Bjs. amiga.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  5. Irene, Eu sou uma amadora curiosa, sei muito pouco estou a tentar adaptar o meu jardim a uma nova vida, em que a poupança de água é uma prioridade, juntando o útil ao agradável... partilharei com gosto as minhas ideias mas são apenas ideias tiradas da net...que eu espero serem acertadas! vou-me informar e voltarei ao assunto. bjs

    ResponderEliminar
  6. Quem não tem jardim gostaria de ter, quem tem queixa-se do trabalho - o meu caso - e assim vai o mundo!!
    Mas lá que dá muito prazer ver brotar da terra o que se semeia e crescer o que se planta, lá isso dá!!

    :))

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Pode ter dado a impressão,errada, que fiquei cheia de inveja de quem tem quintal. O que está longe de ser verdade, a minha avó tinha um, cheio de árvores, canteiros e vasos e bem sei como lhe custava às vezes ter de ir regar as plantas. Que ela adorava,obviamente, mas davam-lhe imenso trabalho, sobretudo quando já era mais velhota.

    Dito isto, o comentário saiu-me ao lado: gosto de plantar salsa e coentros para usar na culinária, gostaria de ter um limoeiro porque também uso muito limões na cozinha, mas já a trabalheira com um quintal à séria não me apetecia nada. Descontando ainda que sempre vivi em apartamentos (as férias em casa da minha avó já não contam, que eu era miúda), a ideia de viver numa vivenda ou moradia não me atrai minimamente.

    Enfim, no fundo só fica a faltar o limoeiro, já que nem varandas tenho, o vaso para a salsa, os coentros e uma ou outra planta ainda se arranjam. Por acaso agora todos recambiados para a marquise, que dentro em breve vem um gato da família cá passar uns dias, e não quero ter desgostos - nem com a"jardinagem", nem com o estômago do bichano (e respetiva trabalheira a limpar o chão)! :D

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Teté, Eu não tenho jeito nenhum para vasos, mato tudo ou à sede ou à seca :))), no entanto, no jardim oriento-me porque escolho plantas fortes que ao serem plantadas requerem atenção mas depois de pegadas não precisam de muitos cuidados.
    não fiquei com a ideia de que estavas "invejosa" :))), percebi bem a tua opinião, graças as Deus há gostos para tudo. bjs

    ResponderEliminar