segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Aperto de mão

Ouvi à pouco uma jovem simpática brasileira contar que tinha por hábito abraçar toda a gente mas que isso nem sempre era encarado com bons olhos nem na Europa e muito menos nos Estados Unidos.
Ela considera estranho e desconfortável o aperto de mão acha que há mais intimidade nesse aperto no que na troca de um abraço.
Fiquei a pensar no assunto, talvez concorde com ela....

Nota: Fiz uma correcção em relação ao texto original, espero que se compreenda melhor.

9 comentários:

  1. Não percebi este parágrafo: “Ela considera estranho e desconfortável o aperto de mão e um gesto muito mais íntimo do que o abraço.”
    Dá-se um abraço quando há alguma familiaridade, não quando somos apresentadas a alguém. Um aperto de mão para os senhores e para as senhoras também, a não ser que sejam de uma nacionalidade que aceite o beijo como forma de cumprimento.
    Eu não gostaria que me dessem um abraço sem conhecer bem a pessoa.

    É com um abraço que os jovens se cumprimentam aqui quando se conhecem uns aos outros.

    ResponderEliminar
  2. A minha filha e os amigos têm essa hábito.
    Não dizem um abraço, dão um abraço

    ResponderEliminar
  3. Catarina, Para ela, o contacto de pele com pele é muito mais íntimo do que um abraço....
    É preciso lembrar que é brasileira e que eles são muito mais exuberantes e carinhosos do que os europeus!
    Eu estou no meio termo.
    Abraço amigos e dou um beijinho a conhecidos.
    xx

    ResponderEliminar
  4. Pedro,
    Talvez por influência dos muitos brasileiros que para cá vieram os hábitos também se estão a alterar e entre os jovens é muito comum grandes abraços mas na minha geração ainda somos um pouco comedidos e talvez cerimoniosos deixando os abraços para ocasiões especiais :)))
    xx

    ResponderEliminar
  5. Catarina, Corrigi o texto, espero que se compreenda melhor! Estava mal redigido ainda bem que te apercebeste, espero que esteja melhor agora.Sorry
    xx

    ResponderEliminar
  6. Carlos,
    Há apertos de mão desagradáveis e outros que bem gostaríamos de os ter trocado por abraços...
    D'aí a minha dúvida.
    xx

    ResponderEliminar
  7. Depende muito da relação de intimidade, mas considero o "abraço" muito mais íntimo que o "aperto de mão" ! ... e pessoalmente não tenho muitas dúvidas ! :))
    E mesmo em relação ao "abraço" o tempo que ele dura é também de extrema importância ! ... em especial "o tal abraço" de 20 seg., é de uma importância extrema, mas claro, depende do grau de intimidade ! :))

    Por mim, ...rsrs ... seria sempre, um abraço de 20 segundos ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  8. Noutro dia reparando que um conhecido gostava de se despedir das pessoas com dois beijos no rosto, e após lhe ter virado a cara sem ter dado conta que assim gostava de se despedir, quando reparei que ia voltar a ter o mesmo gesto de virar o rosto recuei e despedi-me com um beijo no rosto. A partir daí nunca mais existiu esse tipo de despedida rsss.

    Eu acho o cumprimento com a mão bem mais informal que um abraço. O abraço é o calor do corpo, a proximidade. A mão nós esticamos até para limpar o rabiosque :D E o que dizer do beijo na cara?

    ResponderEliminar