quarta-feira, 30 de julho de 2014

Curiosidade

Estive à conversa com uma amiga, professora, agora reformada que me contou que no último ano que leccionou apanhou alunos de varias nacionalidades o que foi muito interessante.
Comparando alguns deles com os portugueses, apercebeu-se que havia diferenças a vários níveis.
Na educação, no respeito, na disciplina na capacidade de trabalho, todos tinham qualquer coisa a acrescentar e lembrou-se de uma chinezinha, muito aplicada, concentrada e excelente aluna que quando a aula era de teste ou de exercícios (aula de matemática) ela resolvia o teste com grande desenvoltura pelo que  com muita regularidade  acabava antes dos outros e antes do tempo.
Quando acabava, arrumava a caneta punha o teste de lado e tirava da mochila uma caixinha de madeira cheia de quadrados de papel de seda de todas as cores e começava a fazer Origami, silenciosa e paciente esperava pelo toque.
Achei engraçado.

9 comentários:

  1. É muito gratificante e estimulante dar aulas a estrangeiros. Gostei especialmente dos alunos do Leste. Muito aplicados e atentos. Já quanto aos chineses ( com quem tive mais experiência) tenho boas e más experiências.

    ResponderEliminar
  2. As diferenças tb se notam, de uma maneira geral, nos alunos de descendência portuguesa. Aqui. Não são tão aplicados, têm necessidade de apoio nas classes de educação especial, têm dificuldades na aprendizagem e outras que os levam para os últimos lugares da lista quanto a sucesso académico juntamente com os de descendência sul-americana e de raça negra. O sucesso académico – de novo em termos gerais – está ligado à formação académico dos pais ou falta dela.
    Os alunos – em termos gerais – de pais de origem asiática são muito aplicados, estudiosos e educados. Sociedades que valorizam a educação.

    ResponderEliminar
  3. É mesmo outra cultura, a começar por não se fazer questão de alardear que "matemática não é comigo"...

    O origami não é japonês? ;)

    xxx

    ResponderEliminar
  4. Catarina,concordo contigo a ideia que faço dos asiáticos é exactamente aquilo que dizes embora nunca tenha lidado com eles, na minha área o que tenho constatado é que dos europeus os alemães são fantásticos, pelo interesse, dedicação, ordem, dos outros é quase tudo a mesma coisa.
    Enfim, isto de uma maneira bem generalizada e simplista.
    Xx

    ResponderEliminar
  5. Teté, Origami é japonês.
    Uma cultura diferente que para mim tem muitos aspectos interessantes.
    Xx

    ResponderEliminar
  6. Carlos, Imagino que nem tudo seja um mar de rosas, nem com uns nem com outros....,quanto aos alunos do leste,capacidade de trabalho e interesse é a opinião comum.
    Xx

    ResponderEliminar
  7. Carlos, Imagino que nem tudo seja um mar de rosas, nem com uns nem com outros....,quanto aos alunos do leste,capacidade de trabalho e interesse é a opinião comum.
    Xx

    ResponderEliminar
  8. Interessante. Realmente há muita
    diversificação e na mesma está
    o interesse.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  9. Também cheguei a ter alunos estrangeiros que se tornaram excelentes alunos a Português!

    Abraço

    ResponderEliminar