terça-feira, 19 de março de 2013

Festa de Garagem


Sempre que ouço o HEY JUDE lembro-me de uma tarde especial.
Em 1968 as Festas de Garagem eram uma moda e como tal ouve uma cá em casa.
Foi um dia de grande excitação, sendo eu a irmã mais nova e considerada invisível não fui convidada para o evento!
Os convidados eram os amigos do meu irmão,aos meus olhos, mais velhos e muito giros (pelo menos alguns) e eu e a minha melhor amiga como ainda não éramos consideradas gente... ficámos no jardim assistindo à chegada deles.
Foi fantástico, começamos por admirar as roupas delas e depois foi o encantamento da chegada deles, as motas os cabelos (à Beatle) aliás nessa altura a roupa era toda  «à Beatle» as botas que ainda me lembro tinham um elástico lateral...:) os casacos não sei se se lembram?!?
Resumindo, a minha garagem era o Paraíso!!!
Dançava-se o yé-yé e a seguir os slows...
Como não éramos convidadas nem benvindas só nos restava espreitar pela janela e foi assim que ouvimos o Hey Jude pela primeira vez, achei que estava perante a 8ª Maravilha!!!
No fim da festa deixaram-nos entrar mas não nos convidaram para dançar, tal era a nossa insignificância :)))
Não nos ralámos nada, mesmo sem dançar foi uma tarde inesquecível conforme se pode verificar pois estou a contá-la agora.
Encontrei umas botas vejam a seguir...

11 comentários:

  1. É verdade ! ... Os "bailes de garagem" ! ... eheheh... porque é que os deixaram acabar ? rsrs

    Tenha-se em conta que nessa altura não havia muitas possibilidades de dar "uns apertos" fora dos bailes, pelo menos à vista dos outros ! eheheh
    .

    ResponderEliminar
  2. Também lhe chamavam "matinés". :)

    ResponderEliminar
  3. Ai que saudades dos bailes de garagem! Tanta paixão, tanto "nervo"!

    ResponderEliminar
  4. Tudo pessoal "cota" da mesma geração :-)
    Também me lembro das festas de garagem.
    Aqui fica um Hey Jude da minha preferência:
    http://www.youtube.com/watch?v=L10lLf5xrC4

    ResponderEliminar
  5. Eheheh, nunca fui a muitas festas de garagem, pois na minha rua dessa época elas não existiam. E depois mais tarde, quando mudámos de casa, as que existiam eram coletivas, do prédio inteiro, não dava para fazer lá festa nenhuma... :)

    Mas passei algumas passagens de ano em festas dessas, de amigos de amigos, mas longe, em Vila Franca de Xira ou para os lados de Sintra. Inesquecíveis, nem sempre pelas melhores razões, sendo o frio uma delas... ;)

    xxx

    ResponderEliminar
  6. Luisa, Não sabia que que eram matinés
    xx

    ResponderEliminar
  7. Carlos, As paixões nunca se esquecem!
    xx

    ResponderEliminar
  8. Luis, Muito obrigada pelo Hey Jude que infelizmente pude ouvir porque não consegui abrir.
    De qualquer modo agradeço a amabilidade.
    xx

    ResponderEliminar
  9. Tete, Eu não me lembro do frio porque às que fui foram sempre no Verão altura das férias :))
    xxx

    ResponderEliminar
  10. Como não conseguiu ver só lehe posso sugerir que busque no youtube com as palavras "Hey Jude David Garrett", que de certeza que irá encontrar um dos muitos videos com a música.
    Um bom fim de semana :-)

    ResponderEliminar