quarta-feira, 11 de abril de 2012

Ciledónio

Esta noite, por volta das 21h apanhei uma reportagem na rtp onde pude "conhecer" este senhor chamado Ciledónio...
O primeiro espanto foi com o nome!
Mas, o mais espantoso foi ver em que condições ele vivia...
Sem electricidade sem água
Só tem a roupa que traz no corpo
A GNR de vez em quando passa por lá para saber se está tudo bem e leva-lhe uma muda de roupa
Chega a estar dois meses sem ver ninguém
Dentro de casa estão:
As ABELHAS, diz ele:" ficam melhor cá dentro porque na rua está muito frio."
Os BURROS
Os RATOS
Não usa os COBERTORES que lhe deram porque "os ratos roem tudo, dão cabo deles..."
Vive no meio do nada para os lados de Bragança (não percebi bem onde)
Diz: "um dia chegam cá e estou morto só com pele, osso e cheio de moscas"
O que faz ele todo dia e todas as noites:
REZA, PELOS BONS PELOS MAUS POR TODA A GENTE....
Sabem que é um homem sorridente e que parece ser feliz?......

8 comentários:

  1. Onde está a família? Não terá filhos, um primo, um amigo que o ajude? E a assistência social?

    ResponderEliminar
  2. Não posso crer que possa ser feliz!
    Um país que permite situações destas não merece respeito.

    ResponderEliminar
  3. Estranhas vidas, estranhas gentes mas ao menos que se sinta feliz.

    ResponderEliminar
  4. Catarina, Trata-se de uma pessoa "especial" sempre viveu sozinho e não aceita sair de lá...
    Podes ver a reportagem que é muito interessante pois há outras pessoas que embora vivam em Lisboa também estão completamente sós. Podes ver em RTP.pt programa Linha da Frente 22-2-22
    xx

    ResponderEliminar
  5. LopesCa, obrigada pela visita. Pareceu-me que sim que estava feliz...
    xx

    ResponderEliminar
  6. mfc, Não desapareceu mas não tinha aparecido o aviso no meu mail e portanto ainda não o tinha visto!
    Se tiveres tempo vê a reportagem que vale a pena.
    Programa «linha da frente» de 22-2-22
    xx

    ResponderEliminar