terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O melhor é levar os ouvidos tapados!

Ontem andei por Lisboa de autocarro e infelizmente não pude evitar de ouvir algumas conversas.
A viagem foi comprida e uns atrás dos outros lá se iam sentando ao meu lado trocando impressões...
«isto não pode continuar assim....o meu filho que vive na Belgica não paga impostos, estes aqui é que são uns ladrões, lá na Belgica ninguém paga impostos...»

«a professora da minha filha disse-lhe que ou ela se calava ou a metia na rua e minha filha foi-se a ela e disse-lhe: cuidadinho, olhe que você só tem ordenado graças a mim...»

«olha, tá ali um cartaz com uma guitarra...queres ver que vai haver festa???? Festa? Só a mim ninguém me dá nada...podiam-me dar uma casinha que a minha é tão pequenina e velhinha...»

6 comentários:

  1. Há quem só diga idiotices... mas também quem fale acertadamente!
    E que estamos mal... isso é verdade!

    ResponderEliminar
  2. Olha, uma das razões por que eu gosto de andar nos transportes públicos são as parvoíces que se ouvem. Mantêm-nos ligados à realidade.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Muito interessante ouvir as conversas em qualquer transporte urbano. Ouve com cada coisa! : )

    E como é que ficaste depois de teres tratado da saúde à farinheira?! : )

    ResponderEliminar
  4. mfc,Há de tudo! Mas, confesso que politica nos transportes públicos com frases atiradas para o ar que acabam em discussões...não me agradam nada.:)

    ResponderEliminar
  5. Catarina, eu também me divirto com as conversas!
    Mas ás vezes dão trocas de palavras muito desagradáveis, que não levam a parte nenhuma!
    xx

    ResponderEliminar
  6. Catarina,
    fritei-a sem nenhuma gordura e em lume brando,conforme as instruções da amiga que ma deu:
    Ficou maravilhosa comi metade! Soube-me bem e caiu-me bem mas confesso que só daqui a muito tempo é que volto a comer outra, não é coisa que se coma com muita assiduidade!!
    xx

    ResponderEliminar