domingo, 20 de fevereiro de 2011

CURSO DE FORMAÇÃO DE MARIDOS-objectivo pedagógico

Este texto chegou-me por mail, achei-o útil e hilariante 

 CURSO DEFORMAÇÃO DE MARIDOS
Objectivo pedagógico:

Permite aos homens desenvolver a parte do corpo da qual ignoram a existência (o cérebro).

São 4 módulos:

Módulo 1: Introdução (Obrigatório)

1 - Aprender a viver sem a mãe. (2.000 horas)

2 – A Minha mulher não é minha mãe. (350 horas)

3 - Entender que não se classificar para o Mundial não é a morte. (500 horas)



Módulo 2: Vida a dois

1 - Ser pai e não ter ciúmes do filho. (50 horas)

2 - Deixar de dizer impropérios quando a mulher recebe as suas amigas. (500 horas)

3 - Superar a síndrome do 'o comando é meu'. (550 horas)

4 - Não urinar fora da sanita. (1000 horas - exercícios práticos em vídeo)

5 - Entender que os sapatos não vão sozinhos para o armário. (800 horas)

6 - Como chegar ao cesto de roupa suja. (500 horas)

7 - Como sobreviver a uma constipação sem agonizar. (450 horas)



Módulo 3: Tempo livre

1 - Passar uma camisa em menos de duas horas. (exercícios práticos)



Módulo 4: Curso de cozinha

1 - Nível 1. (principiantes - os eletrodomésticos) ON/OFF = LIGA/DESLIGA

2 - Nível 2. (avançado) Minha primeira sopa instantânea sem queimar a Panela.

3 - Exercícios práticos Ferver a água antes de por o esparguete.

Cursos Complementares

Por razões de dificuldade, complexidade e entendimento dos temas, os cursos terão no máximo três alunos.

1 - A eletricidade e eu: vantagens económicas de contar com um técnico competente para fazer reparos.

2 - Cozinhar e limpar a cozinha não provoca impotência nem homossexualidade. (práticas em laboratório)

3 - Porque não é crime presentear com flores, embora já se tenha casado com ela. (muuuito importante)

4 - O rolo de papel higiénico: Ele nasce ao lado da sanita?

(biólogos e físicos falarão sobre o tema da geração espontânea)

5 - Como baixar a tampa da sanita passo a passo. (teleconferência)

6 - Porque não é necessário agitar os lençóis depois de emitir gases intestinais. (exercícios de reflexão em dupla)

7 - Os homens a conduzir, podem SIM, pedir informação sem se perderem ou correr o risco de parecerem impotentes. (testemunhos)

8 - O detergente: doses, consumo e aplicação. Práticas para evitar acabar com a casa.

9 - A máquina de lavar roupa: esse grande mistério.

10 - Diferenças fundamentais entre o cesto de roupas sujas e o chão (exercícios com musicoterapia)

11 - A chávena de café: ela levita, indo da mesa ao lavatório? (exercícios Dirigidos por Mister M)

12 - Analisar detidamente as causas anatómicas, fisiológicas e/ou psicológicas que não permitem secar a casa de banho depois do banho.





O curso é gratuito para homens solteiros e para os casados damos bolsas.

11 comentários:

  1. Papoila...
    É hilariante de facto!!!!!!!!
    Se bem que talvez "eles" não achem...
    Pensei que o computador não estava a funcionar bem quando vi o teu blogue cinzento...mas ás vezes apetece mudar...
    Beijinhos e boa semana para ti!
    PS O conto que publiquei hoje também é sobre...maridos...de certa forma...

    ResponderEliminar
  2. rsrsrs.... tadinhos, nem todos os homens são assim! Meu Marcelo dá um banho em mim na cozinha, por exemplo. rsrsrs

    Beijosss

    ResponderEliminar
  3. Hummm... bem... pois... claro... evidente... sim... "prontos"!!!!

    ResponderEliminar
  4. Oh, coitados!
    Concordo que há uns assim, mas também há outros mais modernaços e colaboradores!
    Mas lá que tem graça, tem!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Loli,
    Catarina,
    Clara,
    Mfc,
    Teresa,

    A lista é enorme e quanto a mim muito engraçada!
    Só uma mulher muito azarada terá um que reúna todos os itens :)
    Penso que cada vez há mais homens, capazes de nos surpreenderem pela positiva.
    xx

    ResponderEliminar
  6. Papoila, e o mail não informava sobre local e custos de inscrição? ;-)))))

    ResponderEliminar
  7. Ai minha amiga como seria realmente bom que
    os maridos fizessem esse curso.Eu tenho o
    marido em casa, (reformado) e nem imagina
    as mudanças que (para mim) se operaram...
    aí o meu rico silêncio...
    Gostei e deu para rir este seu post.
    Beijinhos
    Irene

    ResponderEliminar
  8. Papoila,
    agora com a quantidade de divórcios, eles têm de aprender nem que não queiram. A necessidade assim obriga!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Contra mim falo, mas creio ser essencila que esse curso seja de frequência obrigatória :-)))

    ResponderEliminar
  10. Um curso muito completo, pode servir de base ao Ministério de Educação ...
    E os homens que não são casados, nem solteiros, pagam metade das propinas?
    Abracinho meu!

    ResponderEliminar