segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

ERRATA URGENTE....

Tal como disse no post anterior não fui eu quem fez o Polvo, ao tentar saber a receita para satisfazer a curiosidade da Margarida, fiquei a saber que a receita vem publicada na revista do último EXPRESSO (eu tinha dito Publico).
Pedi a receita à minha prima e por telefone e de cor cá vai ela:
Polvo ultracongelado Pingo Doce
Descongelou-se em água, vem completo e ela tirou-lhe a cabeça
Por cada Kg e 1/2 1 cebola grande cortada ás rodelas
2 tomates cortados ás rodelas
Tomilho
salsa picada
( não vem na receita mas ela envolveu as rodelas de cebola em colorau não picante)
AQUECE-SE O FORNO A 190º
Tabuleiro do Forno, põe-se tudo por camadas
Polvo/s
as rodelas de cebola
as rodelas de tomate
tomilho
salsa picada
Rega-se muito bem com azeite
TAPA-SE HERMETICAMENTE COM FOLHA DE ALUMÍNIO
e vai para o forno que já está quente...
No nosso caso esteve no forno quase uma hora e meia....só o tiramos quando estava molinho .:))))
CORREU-NOS BEM !

Já se sabe que quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto, e nestas coisas de cozinha toda a gente faz sempre qualquer coisinha de sua autoria, por isso, para terem a receita exacta terão que consultar o Expresso, ou então arriscam!
Espero que experimentem e que gostem

5 comentários:

  1. Olha Papoila, obrigada mesmo! Sabes que vasculhei o Público dessas data e até julguei que viria no Ipsilon que não conseguia já encontrar...
    Bom, já que não vou até á Galiza comer um "pulpo" vou ao Pingo Doce amanhã...
    Lembraste-te de mim!!! Fiquei contente.
    Depois conto-te.
    BEIJINHOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderEliminar
  2. Wow!
    Tenho a impressão que vai sair que nem pãezinhos quentes! :)
    Boa!
    Merci!
    :))))

    ResponderEliminar
  3. Queridas LOLIPOP E MARGARIDA
    os vossos desejos são ORDENS :)))
    Espero que lhes saia bem
    bjinhos

    ResponderEliminar
  4. Engraçado, Papoila, também somos uma família de origem nortenha (transmontana) e também não dispensamos o polvo e o bacalhau na consoada. Mais engraçado ainda, o polvo deste ano também estava invulgarmente macio. Tanto que eu, que evito comer polvo por simpatia pelo inteligente cefalópode, não resisti a ferrar-lhe o dente. ;-)Um excelente 2011, Papoila, para si e para a sua família.

    ResponderEliminar
  5. Luisa,
    Também sou transmontana!
    Já é a segunda pessoa que me diz que o polvo desta consoada estava muito macio...nós vamos repetir a receita para ver se foi sorte ou se a receita ajuda mesmo a pô-lo macio...:)))
    Obrigada pelo 2011, vamos torcer para que nos corra bem a todos!!!

    ResponderEliminar