terça-feira, 12 de outubro de 2010

casar e pensar...


foto de casamento-(3)
Upload feito originalmente por Kauê de Oliveira
Há pessoas que vivem assim:
Toca o despertador cedíssimo, aos trambolhões veste-se o roupão e as pernas obedientes dirigem-se para a cozinha, procurar os fósforos aquecer o leite, fazer torradas pôr a mesa e voltar aos quartos para a cordar os filhos e marido pela ordem de entrada na casa de banho.Um a um vão chegando e muito apressados engolem o pequeno almoço.
Até logo!
Num instante a casa fica deserta e toda de pernas para o ar.
Começar por onde?
Levantar a mesa do pequeno almoço pôr tudo na máquina e voltar aos quartos, arrumá-los, aspirá-los e seguir para os quartos de banho...toalhas no chão, lavar, lavar , lavar...quando se dá conta é quase meio-dia! Correr para a cozinha, fazer o almoço que quase de certeza vai ser uma decepção para o adolescente esfomeado que o vai comer....Pôr mesa, tirar etc, etc,
Ao almoço tentativa de uma boa conversa com o tal adolescente apaixonado que está sempre a olhar para o telemóvel e pouco ou nada tem para dizer.
Durante a tarde há a roupa!
Tirá-la da máquina, estendê-la e engomar a que já está seca.
O quê já são sete horas????? Rápido para a cozinha inventar uma refeição que faça sucesso.
Mesa posta comida quente, e....afinal só um é que vem jantar!
Sem consideração, sem admiração, sem gratidão completamente indiferentes a toda esta trabalheira os outros habitantes da casa
tanto podem decidir que "afinal" não jantam, como pedem para trazer um amigo...
O marido????Vem mais tarde. Vem sempre mais tarde.Telefonam-lhe e ele diz que é melhor irem começando .....
Vai a refeição a meio quando ele chega, cansado, claro!
Já é tarde e...lembram-se? Nesta casa acorda-se muito cedo, logo está tudo a morrer de sono e rapidamente cada um segue para o seu quarto.
Mais uma vez, ela fica sozinha e com a casa de pernas para o ar...
E pronto! Amanhã é outro dia!
Para quem me esteve a ler, pergunto: Deprimente?????
Eu penso que há quem passe por isto tudo, dia após dia e se sinta tranquila, segura e pense que foi este o caminho que escolheu.
Se for assim, OPTIMO!
Mas também há quem esteja muito infeliz, decepcionada, cansada a essas desejo-lhes que se sentem e pensem:
SERÁ QUE ESTOU A FAZER TUDO PARA SER FELIZ??????

5 comentários:

  1. Há quem tenha tempo para isso tudo e ainda meter pelo meio uma profissão...Há tarefas que têm que ser entregues aos outros "utentes" a partir de uma determinada idade.
    A minha neta com 5 anos já faz a cama e põe a mesa, não fica perfeito? Que interessa! Ela fá-lo como se de um jogo se tratasse e vai aprendendo...
    Delegar tarefas é a palavra de ordem!:):):)
    Abracinho

    ResponderEliminar
  2. Eu penso mais nas mulheres que têm uma profissão para executar sem erros onde a competitividade é enorme. E que depois de darem o seu melhor ainda têm de ir buscar os filhotes à escolinha, passar pelo supermercado, chegar a casa e ter todas as tarefas de casa à sua espera.(hoje em dia nem todas as famílias se podem dar ao luxo de ter empregada) Uma carreira profissonal e filhos implica ter uma família muito bem estruturada, pois se assim não for, alguma coisa fitem de ficar para trás... e assim minha amiga... Quem será a mais infeliz?

    bj

    ResponderEliminar
  3. Teresa,
    Tem mesmo que ser! Mas ás vezes são mesmo as mães que dizem "deixa estar que eu faço....", as mulheres precisam de aprender a delegar :)))
    XX

    ResponderEliminar
  4. MJo,
    Grande parte da população não tem empregada e claro que essa mãe/mulher/executiva tem muito com que se "entreter" e lógicamente tem que fazer escolhas e tal como as outras vai sofrer.
    Lembras-te da mulher do amigo do teu marido que não quer fazer nada em casa??? Agora já compreendes os motivos dela!
    :)))
    xx

    ResponderEliminar