segunda-feira, 7 de junho de 2010

LETRA ccccccccccccccccccccccccc

CASAS
Já vivi em várias e cada uma delas teve um significado.
A primeira, saí de lá com três anos, mas como todos os anos passo por lá no verão..."acho" que me lembro muito bem dela... é branquinha com portadas  "bordeaux" ainda hoje é muito engraçada e pequenina. Tinha dois encantos: a janela da sala que era como se fosse uma porta para a varanda, só que não havia varanda...abria-se a janela  e tinha um gradeamento, para mim era bom porque sendo mínima era o único sitio de onde podia ver a rua... e outro encanto era,  uma rampa no jardim, onde brincava com o meu irmão.Ele tinha um carrinho,sentava-me no capot e descíamos a rampa sem travões! Não sei se ele se queria ver livre de mim?!?!...
Nunca me deixou cair! Não percebo como conseguiu esse milagre!
A segunda, foi na Rodrigo da Fonseca em Lisboa, não me lembro nada de nada, existem umas fotos que provam que não estou enganada mas não foi nada marcante. Gostava de ir  para o Parque Eduardo VII brincar e nunca esqueci o maravilhoso cheiro de relva cortada e regada....Conhecem este cheirinho????
Estivemos em Carcavelos em duas casas diferentes, gostei das duas. Numa delas, tinha uns vizinhos que me adoravam e eu passava lá a vida, era um casal que não podia ter filhos e adoptou-nos de coração. O meu irmão andava mais virado para brincar com os amigos mas eu ainda não tinha amigos passava os dias  com a Maria Augusta...nunca mais a vi mas nunca a esqueci eram muito carinhosos e pacientes. Devia ser uma grande ajuda para a minha mãe pois eu passava lá horas!
Na outra, já estava mais crescida teria 8 anos e era vizinha de uma família que tinha muitos filhos rapazes..( é a ideia que tenho, posso estar enganada) e um deles eu achava LINDO, loiro e olhos azuis....era do grupo dos CONCHAS, alguém se lembra? Imaginem, que  foi ao Goucha e eu estava em casa e vi-o! Fartei-me de rir ao pensar na minha paixoneta :)
Enfim, depois  fui para fora, voltei e mais umas andanças e mudanças.
Adoro ver casas, hoje em dia não penso mudar, pelo menos para já, talvez velhota volte para o Norte....
As Casas podem ser de sonho ou reais.
Escolhi estas três, claro que as há muito maiores, melhores, mais ricas, mas eu, optei por estas  que têm a ver comigo:
                                        
  A CASA DE CAMPO inglesa, fazer jardinagem, ser boa cozinheira, receber os amigos e ter muitos cães!!!        
Casa "Cor de Rosa",  outro sonho! Viver uma vida cor de rosa...., sem ralações e cheia de optimismo....







O AMOR E UMA CABANA.........................................................
Palavras para quê???
A ver o que lhes vem a cabeça com a letrinha de hoje?????

12 comentários:

  1. Olá Eu passei aqui e Ritov blog. Saudações e domingo feliz.
    Gio '

    http://remenberphoto.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Como falaste de ralações, lembrei-me de casamento.
    Estou a brincar, prefiro a palavra cães. São os nossos melhores amigos e estão sempre ao nosso lado.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Que post tão fofo, também adoro casas, ams sempre vivi na mesma, agora é que me vou mudar para a MINHA casa e espero lá viver alguns anos, pois com o trabalhão que estou a ter a remodelá-la ao meu gosto... seria um pena ter de a vender dentro de pouco tempo.
    Eu gostava muito de ter uma casa com jardim, com um alpendre também, para poder pendurar uma cama de rede, de preferência com vista desafogada para o mar ou campo.Enfim, não custa sonhar...
    Muito obrigada pela dica da loja em cascais, tentei procurar na net e não econtrei a morada. Será que me podes dizer +/- onde fica a loja.
    Olha no próximo sábado há caminhada em sintra.http://www.associacaomundodacorrida.com/PR01_Sintra.htm

    Muitas beijocas

    ResponderEliminar
  4. Antes de mais nada quero dizer-te que o look do teu blog está lindoooooooooooo!
    Até as papoilas parecem algodão doce!!!
    :)

    Agora a letra... C
    Pelo texto que li, a minha palavra vai ser:
    CORAÇÃO

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. eu lembro-me dos Conchas... Só não me lembro de ter tido alguma paixoneta por nenhum deles :)))) Um dos Conchas não era o Fernando Tordo antes de ele começar a solo?
    beijinho
    Já agora... aquela foto com o gato és tu?

    ResponderEliminar
  6. Ai que lindooooooooooooooooooo!
    Que cor maravilhosa, que ambiente fantástico, que quase-perfume se sente!!!
    Parabéns, está absolutamente encantador!

    ResponderEliminar
  7. Também já vivi em muitas casa, mas espero vir a vver pelo emnos ainda em mais duas, a sul do Equador. Há casas que nunca se esquecem...
    E já agora, aproveito para dizer que a letra C me fe lembrar casamento. Não em geral, mas um muito particular que aconteceu hoje. As nubentes Teresa e Helena merecem o meu profundo respeito e admiração pela luta que travaram neste país homofóbico. Devem estar hoje especialmente felizes e espero que assim continuem até final das suas vidas.

    ResponderEliminar
  8. Sonhos! Belos sonhos! E é tão bom sonhar e recordar. Recordações cheias de ternura.
    Abracinho

    ResponderEliminar
  9. Já escrevi um comentário que não sei se passou...mas ia incompleto.
    CREPÚSCULO

    ResponderEliminar
  10. Dual, obrigada pela visita.
    Teresa, muito bem lembrado! CÃES! que tanto amor e conforto nos dão.
    Espumante, que boa surpresa teres passado por aqui! Olha que eu não sei se o Tordo era da Banda...lembra-te que só tinha olhos para o Concha:):) e, sou eu a tentar cativar aquele gato.
    MArgarida, muito obrigada! Eu também estou contente com este novo look! Dispõe bem e é bom ver a vida em tons de rosa!!!
    Maria Teresa, é o que isto do blog tem de graça é que se pensa escrever uma frase,depois duas...e depois as memórias aparecem e é bom reparti-las.
    xx para todos

    ResponderEliminar
  11. Linda a casinha rosa! A casa do campo é encantadora!! Linda linda! Até o barraquinho ficou charmoso! rs

    Letra C? CLARA! =D E carinho, cachorros e confete!

    bjooooooos

    ResponderEliminar
  12. Adoro a minha casinha. Não é rosa mas amarela. No quintal tem jasmins, malvas, maracujás e um bambú que cresceu imenso.
    E por falar em casas o cão labrador, o lucas, já tem dono. Fiquei tão feliz que agradeci a Deus!
    Já ia ficar com ele...
    Bjs

    ResponderEliminar