sábado, 5 de dezembro de 2009

Nasce nos Montes Cantábricosl

Tudo começou por causa do Rio Tejo...
Ontem estive a ouvir falar da Escola do "antigamente".
Então era assim:
Menina X, venha ao quadro e diga-me "onde nasce o Rio Tejo? Por onde passa, quantos afluentes tem?
Resposta: O Rio Tejo nasce nos Montes Cantábricos em Espanha. entre outras, banhas as cidades de Toledo e Aranjuez,e em Portugal  Santarém, Alcochete, Montijo, Almada e desagua em Lisboa.
Afluentes mais importantes: Sorraia, Jamor, Sever, Trancão Zêzere....
Isto  foi um pequeno exemplo de uma chamada ao quadro.
A conversa continuou, pois o assunto não acaba aqui.
Então, se a tal MeninaX, não soubesse papaguear a matéria, teria que estender o braço e dar à professora a mão com a palma virada para cima, e esta,  agarrava-lhe os dedos pressionando-os para baixo  aplicando-lhe umas RÉGUADAS.
No final do dia, os meninos e meninas que tivessem tido um bom comportamento e soubessem a matéria eram presenteados com uns LACINHOS presos ao peito.
Esses Lacinhos, eram de cores, para cada cor um significado, eu não sei os significados pois as pessoas já não os sabiam todos, mas sei que havia um para a Preguiça e que o LAÇO PRETO era o pior que podia acontecer!!!
Também me contaram, que nalgumas escolas não "ofereciam" LAÇOS, preferiam as ORELHAS DE BURRO.
Estes senhores  ainda hoje sabem os rios e os caminhos de ferro de Portugal.
Parece que naquele tempo toda a gente sabia a matéria!
Eu, não tive laços nem orelhas, mas apanhei  réguadas e ainda me lembro delas. :) :)

10 comentários:

  1. Ainda hoje sei os rios e os sistemas montanhosos!!
    Ái de nós se não os soubéssemos!

    ResponderEliminar
  2. Ah...ah... que riso!!!

    Eu tbm apanhei algumas... mas acho que já não me lembro da matéria toda!!!

    :)

    beijinhos Papoila

    ResponderEliminar
  3. Nem laços, nem orelhas de burro; levei uma ou duas reguadas e aí dois no cachaço ali ao Colégio dos Carvalhos e acabou!

    ResponderEliminar
  4. mfc
    Eu devo ter apanhado de menos...porque sei que tive que saber as linhas de CF e já não sei nenhuma!
    E o meu pai que nunca apanhou sabia tudo :) :) :)
    MZ,
    Dá-te vontade de rir??? A mim também. Sabes do que me lembrei???? Dos cognomes do REI D. MANUEL AH. AH AH
    F-PINTO,
    Estou a ver...um menino bom aluno, a alegria de qualquer pai!
    xxxxx

    ResponderEliminar
  5. Olá, venho aqui agradecer-lhe o seu cuidado.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. Não é para gabar, mas por acaso ...
    ... mas manda a verdade que se diga que o pai sempre foi muito austero, achava que não era mais que cumprir a obrigação.

    ResponderEliminar
  7. É verdade, sabiamos tudo sobre rios, afluentes, caminhos de ferro e até das antigas colónias. Hoje nem sabem onde nasce o Mondego.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o senhor que sabe tudo, não notou o erro, o que revela não sabe onde nasce realmente o Tejo!

      Eliminar
  8. Que escreve e quem comenta, sabe tanto de rios, que ninguém reparou no enormíssimo erro: O Rio Tejo nascer nos Montes Cantábricos é de ir à gargalhada!
    O Rio Tejo nasce onde sempre nasceu, na Sierra de Albarracin, província de Teruel, comunidade de Aragão. Parece que, afinal, o que aprenderam na escola "naquele tempo é que era" foi em vão.

    ResponderEliminar